TV aberta terá mais um reality de gastronomia, mas sem chefs cozinhando

TV aberta terá mais um reality de gastronomia, mas sem chefs cozinhando

Atualizado: 11 de Abr de 2019


"O mercado de realities culinários na televisão aberta está aquecido no Brasil, mas todos seguindo a mesma fórmula de pegar os jurados — e telespectadores — pelo estômago. No entanto, um novo programa pretende ir além de apenas preparar as receitas em um dramático tempo recorde.


Em breve estreia um reality show que vai mostrar os bastidores da abertura de um restaurante, desde a concepção da ideia, os estudos de viabilidade e as ações planejadas. Serão oito episódios em que os futuros ‘restauranteurs’ terão de convencer os jurados de que são capazes de abrir um negócio sustentável.


Os jurados são Lisandro Lauretti, sócio do chef celebridade Jamie Oliver, no restaurante Jamie’s Italian, no Brasil; Leonardo Marigo, do restaurante Evvai; e Juscelino Pereira, do Piselli. Para tentar se salvar das críticas mais ácidas, os empresários em potencial terão a ajuda dos consultores Flávio Guersola e Adalberto Santos, professores do Instituto de Negócios da Gastronomia (ING).


Sem glamour De acordo com Roberto Miranda, criador do formato, a ideia é mostrar que ser dono de restaurante passa longe de qualquer glamour que possa parecer. Em um país em que um negócio de alimentação geralmente não dura mais que dois anos segundo o Sebrae e a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), planejar a abertura desde os mínimos detalhes é imprescindível.


“Os participantes recebem desafios para resolverem durante o programa, e nós damos as orientações para que tenham as ideias necessárias. O programa vai ter uma pegada maior para a parte de gestão do negócio”, explica Guersola.


Desafios

As provas são realizadas no próprio campus do ING, para que os participantes tenham um contato direto com os consultores. “A dica principal que eu dou durante o programa é que os participantes conheçam seus negócios através dos números. O dono tem que conhecer de todos os processos, mas principalmente ter os números na mão, planejar e medir as ações para entender os resultados”, conta Guersola.


O vencedor do Startupers terá um ano de mentoria na incubadora do ING, para que consiga desenvolver o projeto do restaurante. Também serão distribuídos outros prêmios, mas que ainda não foram divulgados.


Gostou? Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das últimas novidades!


24 visualizações

MAPA DO SITE

© Guersola Consultoria. 2018 - Todo o conteúdo deste site é de uso exclusivo. Desenvolvido por Partner Marketing Digital

CONTATO

CURTA NOSSA FAN PAGE

  • Facebook
  • Linkedin
  • Instagram